Blog Coccinella

Diferente. Divertida. Feminina. Autêntica.

Escrevendo sobre mim; e talvez você

Eu sempre soube que ia ser difícil quando chegasse ao fim. Desde do primeiro eu te amo que você me disse. Ainda fico te incluindo nos meus planos: o filme que a gente queria ver, a festa que a gente ia, os shows, a tarde de filmes… Tudo ainda tem você. Sinto lá no fundo uma dorzinha, um aperto de ter que ir sozinha em todos os lugares sentindo esse sentimento confuso e ainda assim olhar pra todo mundo com aquela expressão de “tudo vai ficar bem”. Eu fico repetindo tanto isso: “Vai ficar bem, fica triste agora que depois tudo melhora”… Eu sei que funciona assim e talvez todo esse choro que eu “vomito” quando estou sozinha seja pra tirar esses pensamentos ruins. Lembro do começo, você sempre me fez rir. Agora dói tanto ter que abrir mão disso. Você logo terá tudo isso com alguém novo. Você é tão especial, logo vão lhe descobrir. E eu vou aguentar, respirar fundo de novo, e de novo, e de novo… Só consigo pensar “isso é só um sonho ruim”, e não é. Acordei e ainda tenho que lidar com isso. Não queria que tudo acabasse assim. Mas “tudo vai ficar bem”.

——————————————————————————————————————————————-

Esses tempos, conversando, uma conhecida minha disse: Hoje em dia é difícil acreditar no amor porque somos muito individualistas. Fiquei com isso na cabeça e me coloquei na situação. Acho que não me encaixo nesse perfil, porque quando eu amo, amo bem mais o próximo do que a mim. No final das contas quem fica com as feridas, os tombos, os tropeços de uma pessoa que ainda não consegue andar sozinha sou eu. Todos chegam pra mim e dizem: “dá um gelo nele”. E eu nunca consigo. Na teoria é tão mais fácil fingir que você não se importa com a pessoa. “Por que sofrer por uma pessoa que não lhe dá bola?”.  Poxa, nunca gostei de despedidas. E ouvir alguém dizendo adeus pra um amor tão bonito como era o nosso, dói muito mais. “Conversa com ele”. Conversar? Ele nunca me falou direito as coisas, sempre descobri pelos olhares dele. Ás vezes ele deixa escapar alguma coisa, até hoje ele é assim. Quando ele deixa escapar alguma coisa, ah… Começo a torcer pra que ele deixe escapar mais coisas, nunca dá certo. No dia seguinte parece que chegou ao limite de se expor e ele se fecha muito mais. Eu deveria ser assim, não falar nada sobre ele. Mas olha eu aqui escrevendo sobre como não consigo. Não consigo, não consigo e não consigo. Eu me conheço, sou assim meio que absurda por me colocar nessa situação de gostar e sofrer. Ou gostar de sofrer, sei lá.

———————————————————————————————————————————————

É na constância do seu olhar que eu me perco. Tento desviar os olhos dos seus e recupero o meu fôlego. Então você sorri e meu coração dá outro pulo. Mexo no cabelo, mudo ele de lado. Ouço você dizer sobre os planos para o futuro. Novo trabalho, novos amigos, novos sonhos. Tenho vontade de perguntar: “Tem lugar pra mim?”. Mas não. Concordo e sorrio. “Pelo menos ele está feliz”. Você sorri de novo e eu me deixo levar. Você me beija e eu me perco de novo. E de novo, e de novo.

———————————————————————————————————————————————-

Hoje acordei pensando no seu abraço. Fechei os olhos de novo estendendo meu pensamento um pouco mais. Lembrei de tantos sorrisos e carinhos que acabei encontrando um “eu” com muito “você”. Abri os olhos e eles pediram os seus. O que eu poderia fazer? Quis atravessar o tempo, quis procurar por você. Mas não.

Quem vai embora com bagagem, não olha pra trás.

———————————————————————————————————————————————-

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 09/04/2013 por em Papo Amiga e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: